mic montagens


Deprecated: mysql_connect(): The mysql extension is deprecated and will be removed in the future: use mysqli or PDO instead in /home/micmonta/public_html/exibePagina.php on line 248
(31) 3691-1895
micmont@terra.com.br

Deprecated: mysql_connect(): The mysql extension is deprecated and will be removed in the future: use mysqli or PDO instead in /home/micmonta/public_html/include/banner.php on line 4
Institucional

Deprecated: mysql_connect(): The mysql extension is deprecated and will be removed in the future: use mysqli or PDO instead in /home/micmonta/public_html/exibePagina.php on line 7
Entre em contato...

Deprecated: mysql_connect(): The mysql extension is deprecated and will be removed in the future: use mysqli or PDO instead in /home/micmonta/public_html/exibePagina.php on line 248

MATRIZ - SABARÁ/MG

Tel: (31) 3691-1895
E-mail: micmont@terra.com.br
Avenida B 2 
D. I. Simão C. Borges
Sabará - MG
Cep: 34735-020

FILIAL - MACAÉ/RJ

Tel: (22) 2791-1217
E-mail: obramacae@terra.com.br
Av. Porto Seguro, 490
Lagomar
Macaé - RJ
Cep: 27.966-870

Deprecated: mysql_connect(): The mysql extension is deprecated and will be removed in the future: use mysqli or PDO instead in /home/micmonta/public_html/exibePagina.php on line 7
Redes

Deprecated: mysql_connect(): The mysql extension is deprecated and will be removed in the future: use mysqli or PDO instead in /home/micmonta/public_html/exibePagina.php on line 248

Deprecated: mysql_connect(): The mysql extension is deprecated and will be removed in the future: use mysqli or PDO instead in /home/micmonta/public_html/exibePagina.php on line 7
Informaçoes Técnicas

Deprecated: mysql_connect(): The mysql extension is deprecated and will be removed in the future: use mysqli or PDO instead in /home/micmonta/public_html/exibePagina.php on line 248
  • Referências Normativas

-Ministério do Trabalho – Portaria nº 3214 de 1978 – NR 18
-ABNT – Segurança nos Andaimes – NBR 6494
-ABNT – Segurança na Execução de Obras – NBR 7678

-EQUIPAMENTOS

  • Tipos de Andaime

-Andaime de Encaixe (ou "de Quadro"): Construído com tubos de aço carbono soldados por profissionais qualificados, é constituído por quadros retangulares pré-formados que se encaixam entre si, possuindo ainda:
• Travessas.
• Diagonais horizontais e inclinadas. • Escadas, Guarda-corpo e rodapés.
• Sapatas para regulagem de altura e nivelamento.
• Parafusos-trava ou contra-pinos entre quadros.
• Rodízios com trava.
-Andaime Tubular: Composto por tubos de aço carbono com diâmetro externo de 48,25 mm e espessura mínima de 3,5mm, unidos por braçadeiras fixas e móveis luvas de costura, sem soldas. Divide-se ainda em três tipos:
-Apoiados: São aqueles em que todos os esforços são transmitidos ao solo através das sapatas da base.
-Em balanço: Que se projetam no ar, para fora da construção, sendo suportados por vigamentos ou estruturas em balanço sem apoio no solo e seguros por engatamentos ou estruturas existentes com capacidade de sobra para suporta-lo.
-Suspensos: Ficam suspensos com todos os seus elementos inclusive os verticais, sustentados por amarrações de tubos ou cabo de aço compatíveis  à estruturas existentes com capacidade de sobra para suporta-los.

  • Composição do Andaime Tubular

-Andaime: Quando se fala de comprimento do andaime endende-se que é a maior distância entre os postes e quando se fala em largura, endende-se que seja a menor distância entre os postes. A distância entre diferentes níveis (planos, patamares, plataformas) consecutivos chamamos de andares.
-Guarda-corpo: Em cada nível de trabalho deverá ser instalado um guarda-corpo com altura das travessas superior de 1,20 (+/-20) cm e 70,0 (+/-20) cm de altura a intermediária.
-Piso da plataforma: Os pisos de andaime são suportados entre travessas e deverá ter apoios intermediários (quebra-vão) conforme sua resistência e devem ficar apoiados em cada extremidade e devidamente presos na estrutura (arame galvanizado, prego, tubo e braçadeiras). Devem ser utilizado os pranchões com 3,0 cm de espessura e 30 cm de largura grapeados em suas pontas sendo isenta de rachaduras e nós que comprometam a rigidez. Deverão ser utilizados tubos quebra vão que possibilitem vão de  aproximadamente 1,0 metro
-Escada:  O acesso para qualquer andaime ou plataforma deverá ser feito por escada presa a um dos montantes, ficando estipulado a distância de 30(+/-10)cm entre os degraus para andaime tubular e 50 cm  entre degraus para andaimes tipo Mic-Fix/Elite(encaixe). Deve ser de tubo de aço não utilizar a escada de madeira ou escada improvisada.

-Braçadeira: Onde houver união de tubos, deverão ser colocadas braçadeiras unindo os tubos com a coluna ou poste do andaime dando mais resistência a estrutura do andaime. Não devemos apertar exageradamente os parafusos pois a rosca pode ser danificada ou o tubo amassar e o mesmo cuidado devemos ter nas braçadeiras de cunha em andaime de encaixe.
-Luvas: As emendas com luvas deverão ser desencontradas, não devendo ficar no mesmo nível e nem ficar entre o primeiro e segundo anel e no penultimo e último anel.As luvas devem estar sempre próximas do nó da estrutura e não devemos considerar resistência a tração. Logo em emendas que necessite de esforços de tração, devemos proceder a costura da emenda (mão de amigo ou anel de tração)
-Macaco, Base ajustável ou regulável: Peça de base metálica para montagens para apoio em desníveis
-Placa de base ou Base: Peça de base do andaime para montagem com o apoio em nível
-Rodízio: Peça de base para montagens de torres de andaimes móveis
-Forcado: Peça metálica para apoiar outras peças que servirão de vigas principais
-Tubo Horizontal:­ Os tubos horizontais no sentido da maior distância do andaime são chamados de “Longarinas”. As longarinas são unidas aos postes utilizando-se braçadeiras fixas. Os tubos no sentido da menor distãncia do andaime são chamados de travessas. As travessas são unidas aos postes usando braçadeiras fixas. As travessas são posicionadas sobre as longarinas. A altura do primeiro anel(plano horizontal) deverá estar entre 25 à 30 cm em relação ao piso. Em terrenos irregulares esta medida deverá ser mantida devendo-se inclinar o tubo que forma o primeiro anel e colocar outro na horizontal nivelado.
-Postes, Montantes ou Colunas: São peças fundamentais a montagem do andaime e suportam a carga de compressão a que são submetidas estas estruturas. Devem ser sempre "a prumo". Entre estas é medida a menor distancia da base para efeito de dimensionamento da altura máxima do andaime e/ou do posicionamento da ancoragem.
Deverão ser apoiados sobre calços ou sapatas que sejam capazes de resistir as cargas e esforços transmitidos, ser compatíveis com a resistência do solo e em terrenos irregulares, deverão ser utilizados bases para o perfeito nivelamento, não podendo ser usados calços improvisados.
-Diagonal Horizontal: É o tubo inclinado entre dois níveis no plano horizontal podendo ser unido aos elementos horizontais com braçadeiras giratórias ou aos postes com braçadeiras fixas. O tubo horizontal colocado em diagonal entre os postes é chamado de diagonal horizontal”. Essa peça tubular colocada no corpo da torre a ser montada tem a finalidade de proporcionar estabilidade ao andaime
-Travessa Intermediária / Quebra –Vão: É tubo colocado intermediariamente entre as duas travessas e se faz necessário para diminuir o vão de apoio do piso. Vão máximo de 1,0 metro
-Diagonal Vertical: Peça tubular colocada nas faces da torre também com finalidade de proporcionar estabilidade ao andaime, fixada  nas laterias da torre.
-Estaiamento: Utilizado quando o andaime é montado em áreas abertas ou locais em que não existam pontos para ancoragem ou amarração, fixado através de cabos de aço da torre ao solo obedecendo o angulo de 45º. Não podem ser fixadas com cordas de nylon, poliéster ou sisal.
-Ancoragem/Contraventamento: Composição de tubos metálicos formando uma amarração sólida em estrutura (edificação mais próxima)  que ocorre o trabalho ou em qualquer outro ponto de resistência suficiente para garantir a devida estabilidade e ausência de oscilações do andaime. Amarrações de tubo pegando somente um poste não deve exceder a distancia vertical de 30 cm do anel(ou seja a distância vertical do tubo de amarração ao anel do andaime interligados pelo poste) e não deve exceder a distância horizontal de 60 cm do poste desse mesmo anel ( ou seja a distância horizontal do tubo de amarração até o poste). Na eventualidade da amarração de tubo pegar em dois postes, essas distâncias mencionadas poderão passar dos limites citados.
-Sapata: Colocada nas bases dos andaimes, para não ficar sobre os pisos de concreto ou sobre o chão causando assim a desestabilidade do andaime, deve ser a sapata de madeira ou chapa de aço.

  • Terminologia Técnica / Expressões

-Andaimes de Serviço: São plataformas necessárias para execução de trabalhos em lugares elevados, suportadas por estruturas provisórias, com a finalidade de dar condições seguras aos trabalhadores a que exerçam atividades em alturas superiores a 02 metros, quando não for possível fazê-lo a partir do piso.
-Braçadeira Fixa: Peça para unir dois tubos perpendiculares entre si
-Braçadeira Giratória: Peça para unir dois tubos diagonais entre si
-Braçadeira Perfil: Peça fixar estrutura tubular em estrutura de perfis metálicos.
-Braçadeira de Rodapé: Peça fixar rodapés de madeira em plataforma de madeira.
-Luva:Peça que une dois tubos de topo
-Macaco, Base ajustável ou regulável: Peça de base metálica para montagens para apoio em desníveis
-Placa de base ou Base: Peça de base do andaime para montagem com o apoio em nível
-Rodízio: Peça de base para montagens de torres de andaimes móveis
-Forcado: Peça metálica para apoiar outras peças que servirão de vigas principais
-Cinto de Segurança (tipo Para-quedista): Dispositivo de segurança de uso individual dotado de cintas que são atadas ao tronco, cintura e coxas do usuário, fixadas a dois talabartes, permitido a distribuição de forças por todo o corpo visando absorver impactos em eventuais quedas. O seu uso é obrigatório para qualquer trabalhador que desenvolva atividade em altura superior a 02 metros, em espaços confinados acima ou abaixo da linha do piso (independentemente da profundidade) ou ainda em tanques, vasos c/ou assemelhados.
-Ancoragem (ou estaiamento): Fixação em um ponto seguro através de cabos de aço ou tubo de andaime (nunca utilizar cordas de nylon, poliéster ou sisal), com uso exclusivo para estabilizar e/ou compor a estrutura do andaime.
-Chave de Catraca: É a principal ferramenta utilizada pelo montador para apertar as braçadeiras em conjunto com a tubulação do andaime. Deve estar sempre amarradas no cinto
-Distancia de queda livre: É a distancia vertical entre o ponto de fixação de ancoragem até o momento em que o dispositivo de proteção de queda (trava quedas) começa a atuar.
-Anel "D": Peça de fixação no cinto de segurança, utilizado como ligação e/ou base pára o talabarte.
-Costura / Mão de Amigo / Anel de Tração: Reforço em emenda de tubos com luva para combater os esforços de tração feita com outro tubo de pequena proporção paralelo a emenda da luva fixado por braçadeiras giratórias de um lado paralelamente à luva.
-Talabarte de fixação: É uma cinta ou corda flexível fixada no anel "D" do cinto de segurança, servindo como ligação entre o cinto e a estrutura, ponto seguro ou diretamente no trava-quedas.
-Cabo guia de segurança ou linha de vida: É um cabo metálico ou corda em poliéster independente do andaime, atracada em dois ou mais pontos, onde são posicionados os talabartes dos cintos de segurança, permitindo ao usuário se deslocar no horizontal, através de toda a extensão de um determinado piso, sempre com o talabarte a ele fixado
-Trava-quedas: Equipamento de segurança fixado no cinto d segurança junto a um cabo guia vertical com finalidade de travamento de uma possível queda vertical brusca.
-Plataforma de trabalho: É todo local onde as pessoas se apoiam ou transitam para realização de uma tarefa seja em altura ou em local subterrâneo:
-Torção: É o "giro" da estrutura sobre um eixo imaginário qualquer, ocasionado por excentricidade de cargas ou concentração de esforços verticais. Combate-se à torção através do posicionamento de diagonais horizontais.
-Flexão: Ocorre nas travessas quando solicitadas por esforços verticais. Combate -se a flexão com aplicação de cargas apenas nos nós da estrutura.
-Pranchões: São os componentes básicos dos pisos dos andaimes. Normalmente em madeira devem resistir basicamente a flexão e ter 03 cm de espessura e 30 cm de largura com grapeamento em suas pontas e não apresentar nós e/ou rachaduras que comprometam sua segurança.
-Travessas: Barras de tubo (iguais as do andaime) horizontais interligando colunas ou postes sempre montadas "em nível" formando um retângulo nos pisos de trabalho e compondo a estrutura básica do andaime.
-Diagonais: Barras de tubo (iguais às do andaime) instaladas no sentido horizontal em ângulo ou inclinadas visando impedir a movimentação da estrutura servindo como contraventamento.
-Postes, Montantes ou Colunas: São o que se pode dizer de “Pilares da Estrutura” tubos de aço carbono galvanizado.
-Flambagem: É o poder de reação aos esforços de compressão no tubos das colunas (ou postes) e acontece em andaimes não estaiados e esbeltos.
-Contraventamento: É o posicionamento de diagonais inclinadas, visando suportar esforços horizontais de qualquer natureza e transmiti-los aos pontos de apoio da base.


Deprecated: mysql_connect(): The mysql extension is deprecated and will be removed in the future: use mysqli or PDO instead in /home/micmonta/public_html/exibePagina.php on line 248
Alertas Andaime
Composição e Terminoligia Técnica do Andaime
Tipos de Andaime
Utilização e Segurança Andaime
Copyright © Mic Montagens / Criação de sites: Brasil na Web